Reunião define programação do Pronatec Agro em Dourados

Prefeitura de Dourados, através da Semaf, participa da mobilização para ministração do curso no próximo mês (Foto: Luiz Radai/Assecom) Prefeitura de Dourados, através da Semaf, participa da mobilização para ministração do curso no próximo mês (Foto: Luiz Radai/Assecom)

Por meio da Semaf (Secretaria de Agricultura Familiar), a Prefeitura de Dourados participou na manhã desta segunda-feira (4) de uma reunião no Sindicato Rural que visa a mobilização para execução do Pronatec Agro, projeto que contemplará Dourados com cursos nas áreas de suinicultura e avicultura entre outubro e dezembro deste ano.

Com participação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), associações de produtores e representantes das empresas que compram a produção local, a reunião serviu para estabelecer diretrizes para a aplicação do curso aos interessados na região da Grande Dourados, uma das únicas duas cidades de Mato Grosso do Sul que receberão o programa.

O secretário Landmark Ferreira Rios destacou este momento ímpar e colocou a Prefeitura, através da Semaf, à disposição para implementar ações positivas ao cumprimento dos cronogramas. "Dourados foi contemplada com estes cursos de grande importância e relevância do Pronatec que visam alavancar potencialidades das novas gerações de produtores, para manter e aquecer o setor com tecnologia e aplicação de conhecimento", disse, lembrando que a administração da prefeita Delia Razuk tem dedicado atenção especial ao setor.

A outra cidade contemplada será Costa Rica, com o curso de mecânica de máquina agrícola. Um dos grandes atrativos dos cursos oferecidos pelo Pronatec é que eles não têm custo para os alunos que, inclusive, recebem ajuda de custo e material didático, com camiseta, mochila, boné, garrafa para água, estojo, caderno, lápis borracha e apontador.

Na reunião, entre outros assuntos, foram debatidos os possíveis locais para as aulas teóricas e as práticas e a logística para as visitas técnicas. Ficou definido que a pré-matrícula acontece entre 18 e 22 de setembro na sede do Mapa em Dourados, localizado na rua Melvin Jones, 1084. As matrículas serão feitas de 25 a 29 de setembro e o início do curso é previsto para 2 de outubro. O contato com o Mapa pode ser feito no telefone 3425 2440, com Lélia ou Juvêncio.

Para participar destes cursos, os alunos devem ter no mínimo 15 anos completos e o 5° ano do ensino fundamental como escolaridade. Os documentos necessários são cópias do RG e CPF, do comprovante de escolaridade e de residência, bem como a ficha de inscrição preenchida.

As unidades curriculares da Suinocultura serão Saúde e Segurança no Trabalho, Legislação Ambiental, Manejo de Reprodução, Manejo de Maternidade, Manejo de Terminação, Manejo de Creche, Fábrica de Ração e Empreender no Campo, com carga horária total de 200 horas.

Na Avicultura serão as seguintes unidades curriculares: Saúde e Segurança no Trabalho, Legislação Avícola, Infraestrutura Avícola, Manejo da Avicultura, Biosseguridade das Aves, Fundamentos da Matemática Básica e Empreender no Campo, também com carga horária total de 200 horas.